terça-feira, 23 de dezembro de 2014

Câmara Municipal de Cuité-PB entrega Título de cidadão cuiteense a João Maria Guedes da Cruz


Em uma reunião solene, realizada no auditório da UFCG, no dia 20 de dezembro de 2014, a Câmara Municipal de Cuité entregou os Títulos de cidadão cuiteense a 24 homenageados pela contribuição de ordem política, social, cultural e econômica no município de Cuité: Adriana Célis de Souza, Coronel Antônio Afonso Galvão, Crisógno Alexandre Marques, Durval Santos de Barros, Francisco Wagner da Silva Macedo, Geraldo Ribeiro da Costa, Heleno Lima Valério, Hernandes Ferreira Gouveia, Isabelle Morais Souto Maior, Jesiel Ferreira Gomes, João Maria Guedes da Cruz, José Batista Guedes, Maria de
À esquerda, o Vice Presidente da Câmara Municipal
de Cuité Vereador Evanuel entregou-me o
"Título de Cidadão Cuiteense". 
Fátima Ferreira da Silva, José Medeiros ( Medeirão), Pastor Edísio Ramalho da Costa Neto, Pastor Elias José da Silva, Pastor João Batista Brainer, Pastor Orlando Gomes da Silva, Sargento Antonio Alfredo Abrantes, Tenente Harlan Farias, Victor Eric Nóbrega de Oliveira, Zelinda Favero de Medeiros, Jacira Poliana Simplício Nascimento e José Evanuel Moreira Bezerra.

Também outras quatro personalidades foram homenageadas  com a entrega da Medalha de Honra ao Mérito Presidente Osvaldo Venâncio dos Santos:

Ex-Prefeito Humberto Rio Branco da Silva (In memoria )
Maria Elita dos Santos Fonsêca
Maria Lucia Vieira da Souza
Washington Monteiro


À esquerda, Pte. da Câmara Municipal Gelado Leite
e, à direita, a  Prefeita Euda Fabiana.

Estiveram diversas autoridades presentes inclusive a Excelentíssima prefeita Sra. Euda Fabiana, O Suplente de Deputado Bado Venêncio e o Suplente de Deputado Charles Camaraense recentemente diplomado.

À esquerda, Osvaldo Venâncio Filho (Bado),
 suplente de Deputado.











DISCURSO PARA O TÍTULO DE CIDADÃO CUITEENSE

   Exmo. Sr. Vereador Geraldo de souza Leite, em nome de quem cumprimento a todos os vereadores presentes. Exma. Sra. Prefeita de Cuité Euda Fabiana, em nome de quem cumprimento as demais autoridades presentes. Suplentes de Deputado Bado Venâncio e Charles Camaraense, diplomado recentemente. Senhoras e Senhores aqui presentes.
   Inicialmente, quero agradecer a Deus por este momento tão especial para mim.
   Em seguida, quero agradecer ao presidente desta casa Exmo. Sr. Geraldo de Souza Leite que teve a iniciativa de propor o meu nome para que eu recebesse este tão honroso título de cidadão cuiteense.
   Agradeço também a Câmara Municipal de Cuité e a todos os vereadores por terem aprovado meu nome.
   Agradeço à minha esposa e aos meus filhos pelo apoio e pelo incentivo na minha luta durante os momentos difíceis e durante os momentos especiais.
   Agradeço a Dr. Antônio Medeiros Dantas por ter aberto as portas de Cuité para que eu tivesse a maravilhosa oportunidade de dar a minha pequena contribuição para a minha outra cidade mãe.
   Agradeço também ao Ilmo. Sr. Gentil Palmeira Venâncio por ter me dado o ensejo de aprender e contribuir um pouco com a política e por ter me concedido a extraordinária e nova experiência como vereador desta cidade que tanto amo.
   Por fim, agradeço a todos vocês pelo imenso carinho que sempre tiveram por mim, pois sei que muitos tiveram dificuldades e até sacrificaram seus outros compromissos para aqui estarem nos prestigiando de uma maneira tão gloriosa.
Sinto-me muito honrado e muito emocionado em receber o título de cidadão cuiteense e quero compartilhar a minha alegria com todos vocês meus queridos irmãos.

quarta-feira, 26 de novembro de 2014

Produção Cuiteense ganha Prêmio de melhor Filme no 6º Cine Congo

PUBLICADO POR: NOTICIA DA SERRA LUIZ LOPES
TERÇA-FEIRA, 25 DE NOVEMBRO DE 2014



Produção cuiteense “ILHA”, do cineasta Ismael Moura, levou o prêmio de melhor filme do festival de cinema da cidade do Congo, Cariri paraibano. O “6º Cine Congo” aconteceu entre os dias 20 e 23 de novembro.

Na próxima quarta-feira (27), o filme será exibido mais uma vez, desta vez no 7º Festival Internacional de Curta-Metragem de Taquaritinga do Norte, no Estado de Pernambuco.

Já no início de dezembro, “ILHA” participa do 9º Festival Aruanda do Audiovisual Brasileiro, no Cine Espaço do Mag Shopping, em João Pessoa.




Blog do Flávio Fernandes


Foto: Reprodução/Facebook

terça-feira, 25 de novembro de 2014

HOSPITAL MONS WALFREDO GURGEL ADQUIRE EQUIPAMENTO PARA DIGITALIZAR IMAGENS DE RAIOS-X

O equipamento oferece grandes vantagens de se utilizar um sistema digital para a captação da imagem.Além da nitidez e a qualidade da imagem tem a facilidade de manusear as mesmas podendo dar tonalidades, brilhos e até mesmo amplia-las facilitando assim o diagnóstico, e tendo em vista que com o armazenamento dos arquivos podem ser consultados posteriormente e além de se evitar o desperdícios de filmes e evitar a repetição de exames e consequentemente mais radiação ao paciente também não se usa produtos químicos como nossos conhecidos "revelador" e "fixador"

VEJA ALGUMAS DAS VANTAGENS: 

·        Visualização de detalhes mínimos, por meio de mecanismos de ampliação ;
·        Baixo índice de exames complementares;
·        Maior detalhamento de diagnósticos;
·        Arquivamento eficiente e facilidade de envio entre unidades clínicas;
·        Menor exposição à radiação;
·        Cuidados com o meio ambiente pois não produz impactos ambientais.






Os profissionais das técnicas radiológicas e auxiliares de raios-x se empenharam em se adaptarem ao nosso sistema e fazerem o bom uso e aproveitamento para dar maior agilidade no atendimento aos pacientes.
Contamos em nosso quadro com grandes profissionais que dominam muito bem o equipamento.
Á esquerda o nosso coordenador das técnicas radiológicas Éder que não mede esforços para dar um bom andamento ao serviço.


Aí sou eu que através dos anos unindo o velho e o novo nas técnicas radiográficas.
Pioneiro no serviço de radiodiagnóstico do Pronto socorro Monsenhor Walfredo Gurgel, nos tempos em que a revelação era manual e se colocava as "chapas" de raios-x para enxugar em colgaduras e ainda utilizávamos um aparelho portátil.
Com o tempo vieram as fantásticas processadoras automáticas e um aparelho de marca Siemens de 600 mas e era tão moderno que fazíamos exames contrastados com escopa tais como Vesícula biliar, esôfago, estômago e duodeno além de urografia excretora e uretrocistografias. Era um serviço moderno, também fazíamos exames contrastados de crânio como angiografias e outros.
Depois com o Hospital Dr Clóvis Sarinho veio a Tomografia computadorizada, apesar de o sistema de revelação ser através de uma processadora foi um grande avanço.


Segue abaixo fotos com colegas e um pouco de nosso trabalho:









Cirurgião francês ensinará no HMWG técnicas para cirurgia da parede torácica

ASCOM/SESAP24 nov 2014 19:01

ASCOM/SESAP
O simpósio será realizado no auditório do Walfredo Gurgel
O Hospital Monsenhor Walfredo Gurgel (HMWG), através da Divisão de Cirurgia Torácica, promove, no período de 26 a 28 de novembro, o II Simpósio Sobre Osteossíntese de Parede Torácica, com a participação do chefe do Serviço de Cirurgia Torácica do Hospital Civil de Estrasburgo, na França, Jean-Marie Wihlm. Há 25 anos no ramo da cirurgia torácica e atualmente atuando como consultor de importantes unidades de saúde em países como França e Alemanha, esta será a segunda vez que o especialista virá ao Walfredo Gurgel para demonstrar e ensinar suas novas técnicas através de procedimentos cirúrgicos.
       
O coordenador da disciplina de Medicina de Urgência e do Programa de Residência Médica em Cirurgia geral do HMWG, José Henrique da Mota, explica que “o Simpósio será dividido em dois momentos: no primeiro dia, no turno da manhã, teremos uma discussão de casos. E, nos dois dias seguintes, com previsão de início às 7h, faremos dois procedimentos cirúrgicos da parede torácica e, eventualmente, alguma cirurgia de urgência, caso apareça, naquele momento”.
       
Em todas as cirurgias, alunos do curso de medicina de diversas faculdades de Natal, servidores do HMWG e médicos cirurgiões torácicos de outras unidades de saúde, serão convidados à  acompanhar, ao vivo, no auditório do hospital, a transmissão das técnicas que serão aplicadas pelo especialista francês diretamente do Centro Cirúrgico do Walfredo Gurgel.
       
Ainda segundo Mota, este é um evento de grande importância para o hospital. “Jean-Marie é um profissional que hoje tem presença cativa nos congressos brasileiros de cirurgia torácica. É uma pessoa com muita bagagem e muito a transmitir”, afirmou. Henrique conta que foi inclusive através da participação em um evento de sua especialidade que conheceu o médico francês. “Eu estava participando de um workshop, em 2011, em São Paulo, quando nos conhecemos. Depois, em 2013, nos reencontramos em um congresso europeu de cirurgia torácica. Foi quando fiz o convite de ele vir ao Walfredo pela primeira vez”.
       
A experiência na área é tanta que Jean-Marie aperfeiçoou um dos instrumentos usados no procedimento para reconstrução da parede torácica. O item atualmente recebe o nome de Material de Osteossíntese de Estrasburgo (Stratos) e é fabricado a base de titânio. A ferramenta cirúrgica será, inclusive, utilizada durante as técnicas que mostrará no Walfredo Gurgel.
       
Além das visitas para transmitir novos conhecimentos aos médicos residentes e cirurgiões da casa, Jean-Marie já sinalizou a Henrique Motta a possibilidade de um intercâmbio para profissionais do Walfredo Gurgel para conhecer os hospitais onde atuou na França. “Já conversamos sobre isso, mas nada foi definido ainda. Eu já havia planejado passar um tempo em Estrasburgo, mas, Jean se aposentou e tudo mudou. Contudo, a possibilidade ainda existe. Não foi descartada”, revelou Mota.
- See more at: http://www.saude.rn.gov.br/Conteudo.asp?TRAN=ITEM&TARG=47039&ACT=&PAGE=&PARM=&LBL=NOT%CDCIA#sthash.rkssSWrS.dpuf

Fonte:  http://www.saude.rn.gov.br/

segunda-feira, 22 de setembro de 2014

Cientista mineira revoluciona física com fotografia quântica



Tudo o que enxergamos é o reflexo da luz sobre os corpos. Quando você tira uma fotografia, o que a lente da sua câmera capta é esse mesmo reflexo. Assim, pelos princípios básicos da óptica – parte da física que trata da luz e dos fenômenos da visão –, se não há luz, não há imagem. Mas a descoberta de uma pesquisadora mineira veio para virar esse conceito de cabeça para baixo.

Gabriela Barreto Lemos, 32, pós-doutoranda do Instituto de Óptica Quântica e Informação Quântica de Viena, na Áustria, conseguiu fazer uma foto não a partir da iluminação de um corpo, mas de um tipo de “telepatia” entre fótons – partículas minúsculas e elementares que formam a luz. Assim como a matéria é formada pelos átomos, um feixe de luz é formado por fótons.
Nessa técnica de fotografia quântica, a cientista e sua equipe dispararam um feixe de laser verde para um cristal, que aniquila um fóton verde do laser e, no lugar dele, cria dois fótons gêmeos, um vermelho e outro infravermelho. “É como se fosse um gêmeo gordo e um magro”, explica ela. O fóton infravermelho é enviado em uma trajetória e atravessa uma placa de silício com a imagem de um gato. Já o fóton vermelho segue um caminho diferente: é refletido em um espelho e enviado para uma câmera fotográfica .
Para surpresa geral – até do famoso físico Albert Einstein, se estivesse vivo –, a câmera registrou a imagem do gato. “É como se eu iluminasse um objeto em um quarto e a imagem aparecesse em uma câmera que está em outro quarto diferente”, compara Gabriel.
H-C
Resultado. As imagens do gato foram produzidas por um fóton que nunca chegou a iluminar a matriz
O experimento demonstrou o chamado “entrelaçamento quântico” – fenômeno pelo qual duas partículas podem estar interconectadas de forma a uma “sentir” o que acontece com a outra, mesmo que elas estejam separadas. “Se considerarmos dois irmãos gêmeos, é como se um deles tivesse uma dor de barriga e o outro sentisse a dor, mesmo sem estar passando mal”, explica a cientista.
Aplicação. Ainda que pareça coisa de ficção científica, o experimento de Gabriela pode ter aplicações práticas muito próximas da vida de qualquer um. “O que andamos conversando e discutindo são aplicações na área da biologia. Uma amostra sensível, por exemplo, poderia ser iluminada por um fóton de energia mais baixa e a imagem poderia ser produzida por seu gêmeo de energia mais alta”. Isso poderia abrir novos horizontes para uma série de exames, para citar um uso possível.
Novos passos
PesquisaGabriela agora pretende testar seu sistema em modelos vivos. Se tudo der certo, em breve ela poderá fazer uma fotografia quântica de um gato de verdade.
Para estudiosa, falta dinheiro para pesquisas no Brasil
A pesquisadora Gabriela Barreto Lemos afirma que pretende voltar para o Brasil, mas ainda não tem certeza. “O problema no Brasil é que o dinheiro para pesquisas é muito mais difícil. Conhecimento, bons pesquisadores e professores há, mas o dinheiro disponível é muito menor”, critica.
Essa restrição financeira, segundo ela, compromete os resultados. “Poderíamos fazer muito mais se pudéssemos comprar equipamentos”.
Ela ainda defende que o país deveria investir em intercâmbios entre cientistas brasileiros e estrangeiros. “Muitas vezes, trabalhos de alta qualidade do Brasil têm menos visibilidade do que um da Áustria. Precisamos ter mais colaborações internacionais e trazer mais instituições estrangeiras para ver o que está sendo feito no Brasil”, sugere.
Fonte: O Tempo
PUBLICADO EM 17/09/14

terça-feira, 9 de setembro de 2014

CONTER aponta problemas, denota falta de segurança e defende que CNEN e Anvisa desenvolvam ações conjuntas para ajudar a fiscalizar a aplicação das técnicas radiológicas no Brasil






POSICIONAMENTO



Fonte: Assessoria de imprensa do CONTER

09/09/2014 


Em atividade educativa realizada pelo Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (CONTER) durante a Internetional Joint Conference Radio 2014, a presidenta Valdelice Teodoro apresentou os dados sobre a fiscalização do exercício profissional das técnicas radiológicas no Brasil e apontou os principais problemas que comprometem a prestação dos serviços radiológicos no país.
Veja a apresentação, clique aqui
De acordo com a Coordenação Nacional de Fiscalização (CONAFI), em 2013, a fiscalização do Sistema CONTER/CRTRs chegou a 2.337 cidades, alcançou 33.240 profissionais e 7.440 estabelecimentos.
Embora a fiscalização do Sistema CONTER/CRTRs tenha chegado a um terço dos serviços espalhados pelo país, não é o suficiente para garantir a segurança dos profissionais e pacientes. “Em muitos casos, nossos fiscais se deparam com situações que não são da competência do conselho. Diante das evidências, autuamos e notificamos sobre o que nos corresponde e comunicamos as demais irregularidades às autoridades competentes. Entretanto, existe um vácuo. Não existe um link entre nossa fiscalização e os outros agentes de fiscalização na maioria dos estados. Isso precisa mudar, o trabalho tem que ser conjunto e resolutivo”, defendeu a presidenta Valdelice Teodoro.
Um fator determinante para a qualidade e segurança do serviço é a composição da equipe, com todas as figuras necessárias. Saúde pública não é só médico, Radiologia Industrial não é só física.
Não obstante, independente da qualidade da equipe, sem os recursos necessários à prestação do serviço é impossível realizar um bom trabalho. É necessário ter instalações sanas para exercer as técnicas radiológicas.
A principal irregularidade encontrada pela fiscalização nos estados é a não indicação do Supervisor das Aplicações das Técnicas Radiológicas (SATR). Infelizmente, segundo o CONTER, pode-se concluir que pelo menos metade dos serviços radiológicos do país não contam com essa figura tão indispensável para garantir a qualidade dos exames e asegurança da equipe, dos pacientes e clientes.
“Acreditamos que o cenário pode melhorar com educação e fiscalização de qualidade. Ao nosso ver, os órgãos de fiscalização, a Anvisa e a CNEN podem definir uma agenda integrada de ações para promover a boa informação, a educação continuada e consequente melhoria do panorama radiológico brasileiro”, finalizou Valdelice Teodoro.

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Como funciona a Internet via Rede Elétrica (Rede PLC)

O início do ano passado, a Anatel (Agência Nacional de Telecomunicções) regulamentou oficialmente a Internet Banda Larga via Rede Elétrica. Que desde então já está sendo testada em muitas cidades. A principal vantagem desta tecnologia, que fornece acesso à web pela tomada, é o fato de ela aproveitar uma estrutura já existente para chegar a regiões onde outras alternativas de acesso rápido ainda não estão disponíveis. Usar a internet vai ficar bem mais fácil. Cada tomada de uma residência será o ponto de acesso para se conectar à rede mundial.
A transmissão de dados é feita pela estrutura já existente de distribuição de energia elétrica. Os dados podem ser enviados diretamente do provedor de acesso para a rede elétrica até chegar aos usuários. Também é possível mesclar a forma de transmissão onde já existem outras estruturas: a conexão pode ser feita via cabo a partir do provedor até a região de um prédio. Se o edifício não tiver cabeamento, por exemplo, a conexão pode continuar sendo feita via rede elétrica até os apartamentos
O princípio básico de funcionamento das redes PLC é que, como a frequência dos sinais de conexão é na casa dos MHz 91,7 a 30), e a energia elétrica é da ordem dos Hz (50 a 60 Hz), os dois sinais podem conviver harmoniosamente, no mesmo meio. Com isso, mesmo se a energia elétrica não estiver passando no fio naquele momento, o sinal da Internet não será interrompido. A tecnologia, também possibilita a conexão de aparelhos de som e vários outros eletroeletrônicos em rede, como já dito acima. A Internet sob PLC possui velocidade não assíncrona: ou seja, você tem o mesmo desempenho no recebimento ou envio de dados. (Clique na Imagem abaixo para ampliar)
homeplug rede internet via rede elétrica Como funciona a Internet via Rede Elétrica (Rede PLC)
Rede Doméstica de Internet Via Rede Elétrica
É bem simples. Primeiro ligamos um Módulo PLC do roteador na rede elétrica, e o do segundo computador também, aí é só configurar. Pode configurar como qualquer outra modalidade de rede, como você está habituado a fazer. Os Esses módulos têm o nome de “USB PowerLine”, para ligar na porta USB, ou “Bridge Ethernet 10/100 Mbps Powerline” para ligar diretamente na porta de rede.
Existem ainda adaptadores e roteadores que eliminam completamente os fios, como os mostrados no esquema da Trendnet, abaixo. Para uma rede doméstica, existem modens que “injetam” o sinal em sua rede elétrica residencial, e se você tiver uma placa de rede wireless, há modelos de “Pontos de Acesso Powerline Wireless” que ‘capturam’ o sinal na tomada mais próxima do computador, e disponibilizam o sinal como um roteador wireless qualquer:
A especificação mais usada hoje é a DS2, que se originou na Europa. Nos EUA, também é usado o padrãoHomePlug. As versões comerciais vendidas no exterior hoje possui velocidade média de 200 Mbits/s. O principal diferencial entre os padrões é a frequência – cada uma com suas vantagens. No Brasil, não há ainda padrão definido, e a tendência é que o japonês, americano e europeu reinem juntas.
Internet Rede Elétrica PLC Como funciona a Internet via Rede Elétrica (Rede PLC)
Soluções para Internet via Rede Elétrica:

Adaptador Para Internet Rede Elétrica Home Plug AV200 DUO SIEMENS
Adaptador Internet Elétrica Duo Siemens Como funciona a Internet via Rede Elétrica (Rede PLC)
Quando o assunto é Internet Via Rede Elétrica, PLC (Power Line Communications), o Gigaset HomePlug AV200 Duo, da Siemens, resolve a parada. E é muito fáceis de usar. É só ligar o equipamento à tomada e ao computador. E é só isso mesmo.
HomePlug AV200 Duo tem 50 metros de alcance e velocidade nominal de 200 Mbps. Os dados trafegam sempre criptografados para não ter problema de segurança.
O aparelho é pequeno e tem visual bacana, nas cores prata e branca. Para mais informações sobre ele e especificações técnicas, clique aqui.
Agora que você teve uma base de rede elétrica. Navegue a vontade em nosso blog.

Fonte de informação: http://www.guiadohardware.net
http://www.mundomax.com.br/blog/informatica/como-funciona-a-internet-via-rede-eletrica-rede-plc/

sábado, 26 de julho de 2014

Raio X em crianças

Notícias

rx em criacas222O que os pais devem saber sobre exames radiológicos em crianças, para evitar o risco de alterações genéticas e o desenvolvimento de doenças como o câncer
Muitos pais ficam em dúvida na hora de permitir a realização de exames radiológicos em seus filhos. Como o assunto é pouco difundido no Brasil e não existem pesquisas esclarecedoras a respeito, impera no consciente coletivo o medo de que a radiação ionizante possa causar problemas de saúde, como a morte de células do corpo, o aparecimento de tumores, doenças de pele, entre outras enfermidades. Isso não deixa de ser verdade, mas, para acontecer, depende de muita negligência profissional e do uso desnecessário da radiação ionizante ao longo de tratamentos de saúde.
Justamente por não possuirmos sensores de radiação ionizante, não percebemos se estamos recebendo doses adequadas quando nos submetemos a um exame radiológico. Ninguém sente absolutamente nada quando se tira uma radiografia de qualquer parte do corpo. Os raios X são invisíveis, inaudíveis, inodoros e insípidos. Sua ação é microscópica. Por isso, no caso de doses altas, a síndrome aguda da radiação surge logo após a exposição e no caso de doses baixas, os efeitos podem aparecer depois de anos. Todavia, você nunca vai perceber uma relação direta entre a causa e consequência, principalmente, se o prejuízo à saúde for retardado.
De acordo com a Alliance for Radiation Safety in Pediatric Imaging (Aliança para Segurança Radiológica em Imagem Pediátrica), ainda não há evidências concretas de que a radiação usada em radiografias cause câncer. Entretanto, alguns estudos de grandes populações expostas à radiação mostram um pequeno aumento no risco de contração da doença, principalmente, em crianças. Essa chance aumenta na medida em que os pequenos são expostos de forma indiscriminada, para a realização de exames que seriam dispensáveis. Isso por que a nocividade da radiação ionizante aumenta quanto menor for a massa corpórea da pessoa que sofre a irradiação.
O diretor secretário do Conselho Nacional de Técnicos em Radiologia (CONTER), Haroldo Feliz da Silva, afirma que já tomou conhecimento de situações inadmissíveis. “Já recebemos denúncia de crianças internadas em unidades de tratamento intensivo que estavam realizando um exame radiológico por dia, como se fosse um exame de rotina. Isso é errado e, certamente, vai trazer prejuízos para a saúde daquela pessoa no futuro. Exames que usam raios X como fonte só devem ser utilizados quando sua necessidade for justificada. Principalmente, quando se trata de crianças”, afirma.
De acordo com a especialista Preetha Rajaraman, em artigo publicado no site British Medical Journal, médicos devem ter cautela ao indicar um exame de raios X a uma grávida ou recém-nascido, pois a exposição excessiva pode trazer prejuízos. Rajaraman estudou 2.690 casos de câncer infantil e 4.858 crianças saudáveis. Os resultados mostraram um risco ligeiramente aumentado para todos os tipos de câncer e leucemia após a exposição de mães ou crianças aos raios X.
Segundo pesquisas da Aliança para Segurança Radiológica em Imagem Pediátrica, o risco de desenvolvimento de um câncer durante a vida de alguém é de 20 a 25%. Ou seja, a cada mil crianças, de 200 a 250 vão desenvolver tumores ao longo de suas vidas, mesmo que nunca tenham sido expostas à radiação médica.
A estimativa do aumento do risco de desenvolver um câncer a partir de uma  única tomografia, por exemplo, é estimado em torno de 0,03 a 0,05%. Essa informação mostra que o risco de desenvolver tumores a partir de radiografias é extremamente baixo, mas não pode ser descartado. Além disso, deve-se considerar o efeito estocástico da radiação, pois, a partir da realização de vários exames ao longo da vida, o efeito acumulativo da radiação pode causar a alteração genética de células do organismo e, a partir daí, vários problemas podem se desencadear.
O que são os raios X?
Feixes invisíveis de radiação ionizante que atravessam o corpo e sofrem alterações conforme encontra diferentes tecidos, para criar uma imagem bidimensional dos órgãos internos. São emissões eletromagnéticas de natureza semelhante à luz visível.
Você sabia?
Todos nós somos expostos diariamente a pequenas doses de radiação do solo, das rochas, do ar, da água e radiação cósmica. Esse tipo de irradiação é chamada radiação natural ou de fundo. Mas não tem problema, ela não faz mal à saúde.
Para você entender melhor a relação entre essas grandezas, veja a comparação entre a dose de radiação absorvida durante alguns exames radiológicos e a radiação natural a que estamos expostos no dia a dia:
Radiografia convencional de tórax = 1 dia de radiação natural
Tomografia de crânio = Equivale a cerca de 8 meses de radiação natural
Tomografia de abdome = Até 20 meses de radiação natural
Mas, se não sou especialista em radiologia, que cuidados posso tomar para proteger minha criança da radiação ionizante?
- Usar exames de imagem apenas quando houver uma necessidade ou benefício claro;
- Realizar a radiografia somente da área que se pretende examinar. Sempre utilizar a menor dose de radiação possível;
- Evitar múltiplos exames em curtos espaços de tempo;
- Usar métodos de diagnóstico por imagem alternativos, como ultrassom e ressonância magnética, que não utilizam radiação ionizante em suas fontes.
Segundo a presidenta do CONTER, Valdelice Teodoro, se, mesmo com essas informações, você ainda se sente preocupado em expor sua criança à radiação ionizante, converse com o médico que solicitou o exame e exponha a sua opinião. “Fale também com o técnico que realizará o procedimento, para que ele adote todos os procedimentos de segurança necessários e utilize os equipamentos de proteção individual, para reduzir a área de exposição. Em todo caso, também vale a pena consultar um segundo especialista, para verificar se aquela é a melhor alternativa para o tratamento”, finaliza.

domingo, 20 de julho de 2014

SÉRIE B 2014 - Números do ABC FUTEBOL CLUBE



Números: Renato marca os seus primeiros gols na temporada 2014



O Mais Querido realizou nesta sexta-feira (18) o seu 12º compromisso no Campeonato Brasileiro da Série B. O ABC enfrentou o Joinville/SC, no estádio Frasqueirão, e venceu o adversário de virada por 2 a 1. Os gols abecedistas foram marcados pelo lateral Renato, os seus primeiros gols oficiais na temporada 2014.


Confira os números do ABC no ano:


Jogos: 38

Vitórias: 16

Empates: 11

Derrotas: 11


Jogos oficiais: 36

Amistosos: 02


- Números gerais –


Jogos em casa: 20

Vitórias em casa: 12

Empates em casa: 05

Derrotas em casa: 03


Jogos fora: 18

Vitórias fora: 04

Empates fora: 06

Derrotas fora: 08


Gols pró: 52

Gols contra: 38

Saldo: 14


Gols pró em casa: 36

Gols contra em casa: 15

Saldo em casa: 21


Gols pró fora: 16

Gols contra fora: 23

Saldo fora: -07


Pontos Ganhos: 57

Pontos disputados: 108


Artilharia:


Lúcio Flávio – 10 gols


Dênis Marques e Beto – 05 gols


Octávio – 04 gols


Patrick, Lúcio Curió e Daniel Paulista – 03 gols


Gilmar, Samuel, João Henrique e Renato – 02 gols


Michel Schmoller, Suéliton, Moisés, Alvinho, Somália, Xuxa, Rogerinho, Diego Jussani, Rodrigo Silva, Williams e Mercinho (contra) – 01 gol


- Campeonato Estadual –


Jogos em casa: 10

Vitórias em casa: 07

Empates em casa: 01

Derrotas em casa: 02


Jogos fora: 10

Vitórias fora: 01

Empates fora: 05

Derrotas fora: 04


Gols pró: 29

Gols contra: 21

Saldo: 08


Gols pró em casa: 21

Gols contra em casa: 08

Saldo em casa: 13


Gols pró fora: 08

Gols contra fora: 13

Saldo fora: -05


Pontos Ganhos: 30

Pontos disputados: 60


Artilharia:


Lúcio Flávio – 08 gols


Octávio – 04 gols


Beto e Lúcio Curió – 03 gols


Gilmar e Patrick – 02 gols


Michel Schmoller, Samuel, Suéliton, Moisés, Daniel Paulista, Alvinho e Mercinho (contra) – 01 gol


- Copa do Brasil –


Jogos em casa: 02

Vitórias em casa: 01

Empates em casa: 01

Derrotas em casa: 00


Jogos fora: 02

Vitórias fora: 01

Empates fora: 00

Derrotas fora: 01


Gols pró: 07

Gols contra: 04

Saldo: 03


Gols pró em casa: 05

Gols contra em casa: 02

Saldo em casa: 03


Gols pró fora: 02

Gols contra fora: 02

Saldo fora: 00


Pontos Ganhos: 07

Pontos disputados: 12


Artilharia:


Daniel Paulista – 02 gols


Beto, Somália, Xuxa, Dênis Marques e João Henrique – 01 gol


- Série B –


Jogos em casa: 06

Vitórias em casa: 04

Empates em casa: 01

Derrotas em casa: 01


Jogos fora: 06

Vitórias fora: 02

Empates fora: 01

Derrotas fora: 03


Gols pró: 14

Gols contra: 11

Saldo: 03


Gols pró em casa: 08

Gols contra em casa: 03

Saldo em casa: 05


Gols pró fora: 06

Gols contra fora: 08

Saldo fora: -02


Pontos Ganhos: 20

Pontos disputados: 36


Artilharia:


Dênis Marques – 04 gols


Lúcio Flávio e Renato – 02 gols


Patrick, Samuel, Rogerinho, Beto, João Henrique e Rodrigo Silva – 01 gol


FONTE: ABC F.C. http://www.abcfc.com.br/



domingo, 29 de junho de 2014

Tabela atualizado copa do mundo 2014

DATACAMPEONATOJOGOSLOCAL
Copa do Mundo
COS 0X0 ING
Mineirão
Belo Horizonte
Copa do Mundo
ITA 0X1 URU
Arena das Dunas
Natal
Copa do Mundo
AUS 0X3 ESP
Arena da Baixada
Curitiba
Copa do Mundo
HOL 2X0 CHI
Itaquerão
São Paulo
Copa do Mundo
CRO 1X3 MEX
Arena Pernambuco
Recife
Copa do Mundo
CAM 1X4 BRA
Mané Garrincha
Brasília
Copa do Mundo
BEL 1X0 RUS
Maracanã
Rio de Janeiro
Copa do Mundo
CDS 2X4 ALG
Beira-Rio
Porto Alegre
Copa do Mundo
EUA 2X2 POR
Arena Amazônia
Manaus
Copa do Mundo
ARG 1X0 IRA
Mineirão
Belo Horizonte
Copa do Mundo
ALE 2X2 GAN
Castelão
Fortaleza
Copa do Mundo
NGR 1X0 BOS
Arena Pantanal
Cuiabá
Copa do Mundo
ITA 0X1 COS
Arena Pernambuco
Recife
Copa do Mundo
SUI 2X5FRA
Fonte Nova
Salvador
Copa do Mundo
HON 1X2 EQU
Arena da Baixada
Curitiba
Copa do Mundo
COL 2X1 CMA
Mané Garrincha
Brasília
Copa do Mundo
URU 2X1 ING
Itaquerão
São Paulo
Copa do Mundo
JAP 0X0 GRE
Arena das Dunas
Natal
Copa do Mundo
AUS 2X3 HOL
Beira-Rio
Porto Alegre
Copa do Mundo
ESP 0X2 CHI
PÓS JOGO
Maracanã
Rio de Janeiro
Copa do Mundo
CAM 0X4 CRO
Arena Amazônia
Manaus